Categorias

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Um Bom Motivo Para Acreditar Que Tem Tudo Para Dar Certo

"Foi por te ver, andando, reto entre tudo que há de incerto em mim, que eu sempre te quis, sempre te quis assim, só pra mim..."
Quando eu realmente conheci esta música, o ano era 1998, eu estava trabalhando com o Léo Junior, na Radio do Thermas de Maringá, e um garoto, um adolescente de quem não vou saber dizer o nome agora, me pediu uma música da banda "Os Paralamas do Sucesso"  chamada "Busca Vida" e eu não tinha a tal música.  Aconteceu num sábado e no domingo o garoto apareceu lá com o CD "Nove Luas", perguntei se ele queria que eu copiasse algumas músicas para o MD e devolvesse, mas ele disse que não, que o cd era meu, que podia ficar com  o cd, (devo ter emprestado também). O Herbert Viana tem letras muito boas, gosto da maneira como ele expõe sua visão da vida, do mundo e do amor. No mesmo CD você pode ouvir vários outros sucessos, como "Lourinha Bombril", "Capitão de Indústria", "La Bella Luna", "Outra Beleza" e claro a música que eu citei um trechinho logo no início desta postagem e se chama "Sempre Te Quis" e é uma das minhas músicas preferidas desta banda.
É o segundo post seguido em que eu falo sobre música, neste a idéia é um pouco diferente, não vou ficar falando da banda, mas sim pretendo expor aqui a minha leitura da letra desta música tão linda escrita pelo Herbert Viana:
Não vou disponibilizar aqui a letra inteira da música, mas deixei o link direto da letra da música, basta clicar na frase do início deste post e acessar a letra no site da banda, onde você terá acesso à letra na íntegra e se quiser, também pode fuçar um pouco no site, saber mais da banda e coisa e tal. O raciocínio todo surgiu da conversa que eu tive com uma menina de uns 17 anos que trabalhava no clube naquele ano, ela andava cheia de dúvidas a respeito do relacionamento dela, ela não estava feliz, dizia que gostava do garoto, mas que ele era um tanto ciumento, que ele não aceitava muito bem o fato de ela ser uma pessoa extrovertida, que perto dele ela às vezes se sentia acuada, tentando se comportar de uma forma que a fazia sentir-se mal, pois aquela não era ela, ela disse que sabia que não era perfeita, também tinha defeitos, mas que não entendia o porquê de ele implicar tanto com quase tudo a respeito dela, parecia que ele só ficava de bem com ela quando não tinha mais ninguém por perto, me lembro que ela me disse que se esforçava para aceitar e lidar da maneira correta com os "defeitos" dele, que se esforçava para aprender a caminhar junto com ele mesmo sabendo que algumas coisas não iam mudar, ele dizia que ela o fazia se sentir seguro a ponto de realizar coisas que antes de conhecê-la, pareciam impossíveis, mas parecia que ele não estava disposto a fazer o mesmo por ela. E eu me lembrei que eu tinha ouvido esta música alguns dias antes e tinha pensado muito sobre esta frase; "Foi por te ver andando reto entre tudo que há de incerto em mim, que eu sempre te quis, sempre te quis assim, só pra mim" citei a letra da música e disse, que ela tinha que fazer uma análise e ver se ela tinha isso com ele, e ponderar se era interessante para ela, uma pessoa extrovertida, tentar ser o oposto disso por alguém que não fazia o menor esforço para encontrar o equilíbrio certo no jeito de lidar com ela, é claro que o “extrovertido” dela talvez pudesse ser  um pouco contido em algumas situações, mas não creio que um extrovertido tornar-se um “introvertido” seja boa coisa. Observando meus pais, vejo que é bem assim, a tal idéia de completar um ao outro é mesmo linda e romântica, mas para mim, quem nos completa é Deus, o criador, com ele somos inteiros e o relacionamento dos meus pais me faz entender, que minha mãe com certeza já aprendeu muito a se encontrar e andar reto nas incertezas de meu pai, e permitiu que ele fizesse isso por ela também, por isso estão juntos a 37 anos.  É esse o tipo de relacionamento que nos faz bem, o que faz bem ao nosso coração é quando encontramos alguém que é capaz de se equilibrar diante das nossas incertezas e angústias e nos ajuda a fazer o mesmo, onde sozinhos não saberíamos o que ou como fazer, e nos permite fazer o mesmo, não há perfeição, somos todos cheios de imperfeições, devemos claro buscar ser pessoas melhores a cada dia, e os relacionamentos devem servir para isso, eu não quero alguém que dependa de mim completamente, e também não quero depender de ninguém por completo, mas a bíblia com todo seu conteúdo de sabedoria nos diz que "é melhor serem dois do que um, pois assim, se um cair o outro o ajuda a levantar" isso é companheirismo, cumplicidade, e aqui cabe mais um pouquinho de reflexão, já pensou o quanto a amizade é importante num relacionamento, eu quero me casar um dia, quero me casar com alguém de quem eu também seja muito amigo, penso assim, se aprendemos a ser amigos antes, fica mais fácil entender e aceitar que aquela pessoa não é e nunca será do jeito que nós queremos, e entendemos que nós também não somos essa perfeição toda, então aceitamos, aprendemos a lidar com isso e a convivência se torna algo agradável. Você tem uma amizade sincera com a pessoa com que você se casou, ou com quem esta namorando? Espero que eu tenha contribuído para uma boa reflexão, um abraço a todos e até a próxima.

Ps. Tem alguma dica sobre uma música que assim como esta que eu citei, ajuda a refletir sobre as questões da vida? Fique a vontade, comente, sinta-se a vontade.

2 comentários:

M.Martins disse...

Sabe, olhei o post. Achei muito grande. Pensei: deve ser cansativo. Fui adiante, voltei, sai do blog e acabei voltando e me propus a ler até o fim. Gostei. Tanto da forma como escreveu, quanto o assunto. Certas renúncias em um casamento acontecem mas não como fardo pesado. Sim, a amizade e conseqüentemente o diálogo que vem junto são ingrediente imprescindíveis para um relacionamento duradouro e feliz.

André Fonceca disse...

Que bom que gostou, espero que volte mais vezes e outras vezes encontre bons textos, goste e deixe comentários.
Sugiro que volte mais no tempo do blog, sou novo nisso, mas tenho aprendido muito, um dos textos que mais gosto e também é de minha autoria, chama-se, "Tapar o sol com a peneira", deste deixo o link, espero que encontre outros e volte sempre...
http://soseforvip.blogspot.com/2009/03/tapar-o-sol-com-peneira.html