Categorias

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Caminhos!!!

Na sexta feira, fiz minha postagem mais recente, foi essa ai logo abaixo, parabenizando a Gal por seu aniversário...
Lembro-me que quando resolvi começar a escrever, meu pai ficava vindo falar comigo o tempo todo e por várias vezes eu tive que parar de escrever e achei ter perdido a linha que eu pretendia seguir...
Mas finalmente depois de ter começado do zero umas 4 ou 5 vezes, o texto saiu, o interessante é que quando começou a fluir, eu tive uma sensação ótima, de bem estar, de leveza...
Me lembro talvez da primeira vez que escrevi um texto com um assunto definido na minha vida, minha irmã Aletér deve lembrar também...
Foi sobre um bolo que alguém em casa tinha feito, não me lembro se tinha sido a Lê ou minha mãe, quando eu cheguei em casa e quis experimentar o bolo, só me dei conta de que o tal havia virado casa de formigas depois da segunda mordida, e então acabei escrevendo um texto comparando situações da nossa vida em que optamos seguir por um determinado caminho, fazemos escolhas erradas e só depois da segunda ou terceira curva do caminho notamos que a estrada é toda cheia de buracos, e que a viagem será feita com enorme dificuldade, às vezes simplesmente não é possível abortar a viagem imediatamente, talvez seja preciso seguir em frente pra chegar ao próximo contorno, com o bolo, da até pra ficar na terceira mordida, mas também não da pra devolver com facilidade as duas ou três primeiras...
Concluo: É bem mais fácil e prazeroso escrever sobre alguém como a Gal, do que relembrar de um texto como esse que eu acabo de resumir acima, pois relembrando esse texto, também rememorei que mesmo depois sendo autor de uma idéia até interessante de como alguns caminhos e escolhas precisam ser revisto, eu já quase optei por continuar em certas estradas mesmo depois de eu mesmo ter percebido que seria extremamente cansativo, e estressante seguir em frente...
No domingo ao sair da casa do meu irmão, eu disse a ele que não pretendia vir embora pra casa passando pela Av. Nildo Ribeiro da Rocha, e sim pelo centro, para evitar passar de moto por um trecho, já passei por la algumas vezes de carro e outras tantas de moto, de carro já é difícil, de moto é muito pior, então o Joabe me orientou a vir por um outro caminho bem menos esburacado, espero ter aprendido o caminho certo e conseguir evitar alguns infortúnios que possam acontecer, reconhecendo o quanto antes o tipo de estrada que terei pela frente, um abraço a todos e tenham uma ótima semana.

Nenhum comentário: