Categorias

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Um Filme Espirituoso

Hoje fui ao cinema assistir ao filme que conta a história de Chico Xavier, e enquanto assistia ao filme, que emocionou e por muitas vezes me fez rir com as faces deste homem que só fez o bem sem olhar a quem, tendo sido uma pessoa simples com um coração enorme e cheio de humildade, pensei algo...
Veio-me a mente a letra da música “Epitáfio” composta por Sergio Brito, gravada pela Banda Titãs em 2001. Epitáfios, são os dizeres de um Sepulcro, assistindo ao filme pensei nesta música, pois o que foi contado ali me fez mais uma vez pensar no legado que eu gostaria de deixar, já pensei nisso algumas vezes e penso sempre. Depois que eu for embora, o que será que vão dizer a meu respeito, se um cineasta resolver fazer uma pesquisa biográfica pra saber como foi minha vida com a intenção de contá-la numa tela de cinema. Eu não quero que em minha lápide constem lamentos do que eu deveria ter feito mais, ou menos, de que eu gostaria de ter vivido mais, reclamado menos, sido mais verdadeiro e mentido menos e por ai vai, nascido e criado numa família de evangélicos, antes de adquirir meu próprio censo crítico confesso que por algumas vezes concordei com algumas pessoas e suas críticas que afirmavam que o Chico levava a vida de forma errada, e que o que ele praticava era errado, hoje não faço mais isso, pois compreendi e ouso afirmar que a lápide do Chico bem que poderia conter a seguinte frase: "Um Homem Espirituoso e Caridoso, Que Soube Como Poucos, Por Em Prática o Amor Ao Próximo, Um Exemplo de Ser Humano Chamado Chico Xavier".
Vá ao cinema assistir ao filme, é muito bom, muito bem feito e faz bem, só faz bem...

Nenhum comentário: