Categorias

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Roteirista, Eu!!!???

Um Roterista escreve e direciona uma história, um dos prêmios mais legais que eu gosto de ver no Oscar é o de Roteiro, seja ele adaptado (quando é da obra de um livro/romance ja publicado) ou Roteiro Original, quando escrito exatamente para aquele filme.
Eu duvido que eu seria um bom roteirizador, não sou, percebo que de vez em quando as coisas parecem ir muito mal, que sou péssimo na verdade, mas como diz um amigo meu, "não existe bem que sempre dure e nem mal que nunca acabe" e eu creio que quem escreveu ou está escrevendo o roteiro da minha vida concorda com isso...
Ano passado comecei o ano acreditando que já tinha vivido em entre 2007/2008 os anos mais difíceis da minha vida pessoal, o profissional parecia ir bem, mas no pessoal nem tanto, terrível engano, começou 2009 e eu descobri que o romance do qual eu deveria ter fugido em 2008, era prenúncio de grandes desastres emocionais, a carga foi terrível, traições, sentimentos ruins que me fizeram muito mal, me deixaram pra la de confuso, a ponto de eu acreditar que eu podia sim tomar posse de algo que não era responsabilidade minha, fiz besteiras atrás de besteiras, e algumas vezes eu olhei para os céus e tentei encontrar respostas do por que "Ele" estaria fazendo aquilo comigo.
Será que é Ele mesmo que está no comando quando essas coisas acontecem? Creio que não, creio sim que isso acontece quando damos as costas para o grande escritor de roteiros da vida e, achamos que podemos tomar conta dos nossos próprios roteiros, tudo se perde nesse momento, os melhores roteiros que sabemos escrever, são verdadeiras tragédias, eu me considero abençoado pois, ano passado quando me dei conta disso, me recolhi, fiquei muito no meu quarto e aos poucos as coisas foram clareando de novo. Depois de ter sido traído, de ter tentado consertar o que não tinha conserto, de ter sido chamado de "traste", julgado como "mau caráter" por pessoas que nunca me conheceram de verdade, comecei entender que quem estava escolhendo tudo isso era eu. Num daqueles dias que eu estava recolhido no quarto o telefone tocou e do outro lado tinha uma voz amiga, e dali pra frente o que já tinha começado a clarear foi melhorando aos poucos, recentemente depois que roubaram minha bicicleta, passei de novo por alguns dias ruins, mas percebi que não era exatamente nada do que eu estava pensando, era só uma arrancada pra algo de muito bom que está por vir, e as coisas já melhoraram de novo, estou até pensando em comprar outra bicicleta para pedalar por ai, no tempo certo as coisas acontecem e a gente aprende um pouco mais, o mais importante que eu tenho pra dizer nesta postagem é o seguinte: "A Vida Não Pula Lições" não assuma o roteiro, pois quando assumimos o roteiro, ficamos tentando cortar caminhos, encurtar distancias e isso quase sempre resulta em coisas ruins, viva a vida de forma plena, mas não se esqueça de deixar por conta do roteirista o que e como vai acontecer, faça o que você sabe fazer melhor, viver o que Ele escrever pra você...

Um comentário:

Anônimo disse...

Primo parece ate que voce escreveu tudo isso para mim.
Mais uma vez voce me fez chorar.
Te amo muito!
Dayane Nora