Categorias

terça-feira, 9 de novembro de 2010

PERSONALIDADE

Já ouvi muitas vezes pessoas afirmarem que fulano ou fulana, tem personalidade forte ou fraca e, eu sempre discordei. Acho que personalidade é uma coisa que ou a pessoa tem, ou não tem. Tem gente que é muito, "Maria vai com as outras", ou se quiser podemos dar uma definição masculina, "João Vai Com Os Outros", não sabe tomar as próprias decisões, sempre espera que alguém decida e então segue o caminho já decidido, de preferência, indo atrás, seguindo um caminho já trilhado, que não exige muito esforço. Sou nascido e criado em igreja evangélica e me vi observando isso pela primeira vez dentro da igreja, os fiéis, sejam eles evangélicos ou não, tem certa preguiça e não sabem discordar de nada, se o líder diz que é "assim", então é porque é e não cabe questionamento, pode até ser que esteja claro que não é bem "assim", mas na verdade é "assado", sempre que alguém bate o pé, e pede para que provem que é mesmo do jeito que está sendo falado, é fácil ouvir a afirmação de que essa pessoa, tem personalidade forte, e na verdade creio que seja só alguém com personalidade, que é na verdade a individualidade consciente, me lembro que quando fui assistir o filme "Happy Feet - O Pinguim" pensei nisso o tempo todo, o pobre coitado do Mano não consegue aprender a cantar, ele quer sapatear, usar os pés, mas segundo as crenças e tradições dos pinguins,  todo pinguím nasce com uma canção para cantar e dançar ou sapatear é o caminho do inferno, mas ninguém explica porque, talvez seja por isso que eu tenha tanta dificuldade em permanecer como membro ativo dentro de uma igreja, não consigo abrir mão da minha individualidade, do meu direito de pensar diferente, de discordar, de querer fazer do meu jeito, me recuso a seguir regras que são ditadas por homens que quando você conhece de perto, percebe que são verdadeiros hipócritas e usam a palavra de Cristo, que viveu o que pregou, para manipular pessoas e levá-la se comportarem de um jeito que esses mesmos lideres não o fazem, minha personalidade não me permite aceitar um Deus muitas vezes retratado de maneira medíocre por esses mesmos líderes, é triste mas é a realidade, ah meu Deus, que falta faz a personalidade, se tivéssemos mais pessoas de personalidade com certeza teríamos um cristianismo mais forte sendo pregado e, muito menos cidadãos pacatos que nada fazem ao se deparar com o erro, seguem com facilidade o erro por pura preguiça de aprender e buscar o certo.

Nenhum comentário: