Categorias

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

OSCAR 2009

Favorito, "Quem Quer Ser Um Milionário?" ganha oito estatuetas.

Em uma cerimônia mais compacta e repleta de pequenas - e bem vindas - inovações, "Quem Quer ser Um Milionário?" foi o grande vencedor do 81º Oscar da Academia. Com poucas surpresas ao longo da entrega dos prêmios, o "filme indiano" de Danny Boyle confirmou o favoritismo em oito categorias - incluindo melhor filme e direção.
Eu acompanho a cerimonia de entrega dos prêmios todo ano ja a algum tempo, e todo ano os responsaveis pela direção do evento, chamam um comediante para ser o anfitrião/apresentador da festa, desde Whoopi Goldberg a Steve Martin, a cerimonia era sempre cheia de piadas as vezes ou quase sempre muito sem graça.
Essa edição foi diferente e teve a apresentação de um verdadeiro show man, Hugh Jackman (o Volverine dos X-Man) esteve inspiradíssimo. Ao invés do usual clipe que introduz a festa, o ator de "Australia" protagonizou ele mesmo - um dançarino experiente - um pequeno show com cenários improvisados em que satirizava os principais indicados da noite, clique aqui e veja a performance no youtube. Jackman brincou com Kate Winslet, favorita da noite para o troféu de melhor atriz por "O Leitor", com Robert Downey Jr., indicado na categoria de melhor ator coadjuvante por "Trovão Tropical", e sentou no colo de Frank Langella, um dos concorrentes ao troféu de melhor ator por sua interpretação do ex-presidente americano em "Frost/Nixon".

A espanhola Penélope Cruz levou a estatueta de melhor atriz coadjuvante por seu papel como a artista histérica de "Vicky Cristina Barcelona"

O prêmio de melhor ator coadjuvante foi apresentado por cinco vencedores da categoria: Alan Arkin, Joel Gray, Cuba Gooding Jr., Christopher Walken e Kevin Kline. Heath Ledger foi o vencedor, antecipando o que já era mais do que sabido. O pai, a mãe e a irmã do ator foram receber o prêmio aplaudidos de pé. Todos falaram um pouco em nome do ator, que foi premiado por sua interpretação do Coringa em "Batman - O Cavaleiro das Trevas".

Um dos homenageados da noite, o comediante Jerry Lewis, recebeu um prêmio humanitário. Como sempre acontece nessas ocasiões, um longo clipe com seus filmes precedeu a entrada do ator no palco. Lewis, que recebeu o prêmio das mãos de Eddie Murphy, foi aplaudido de pé pelo público do Kodak Theatre.

Kate Winslet, finalmente ganhou o Oscar de melhor atriz por seu papel em "O Leitor", foi tão eloqüente quanto nos discursos do Globo de Ouro.

Sean Penn, ficou com o Oscar de melhor ator por sua recriação de Harvey Milk em "Milk - A Voz da Igualdade", onde interpreta o papel do primeiro candidato gay oficialmente eleito no estado da Califórnia,(fatos reais) fez um discurso de agradecimento em que guardou uma ou duas mensagens bombásticas. A primeira foi endereçada aos californianos que votaram contra o casamento gay nos últimos referendos. "Envergonhem-se", disse ele. Na segunda, disse estar orgulhoso do país que elege um homem "elegante" como Barack Obama para presidente e fez uma homenagem a Mickey Rourke, indicado por "O Lutador". "Ele é meu amigo querido!"

A noite terminou com Steven Spielberg apresentando o Oscar de melhor filme. O vencedor, como se esperava, foi "Quem Quer Ser Um Milionário?". O "filme indiano" de Danny Boyle foi o grande vencedor da noite, conquistando troféus em oito categorias - inclusive filme e direção.
Matéria resumida retirada do site do "UOL"

Nenhum comentário: