Categorias

quarta-feira, 30 de março de 2011

TO P DA VIDA COM TUDO ISSO

Você sabe quem é Edgard Poças, não sabe?
Pois bem, esse rapaz compôs na década de 80 vários grandes sucessos, um deles eu vou usar hoje em minha postagem.
O Edgard, é o criador de nada menos do que "A Turma do Balão Mágico", e já teve várias de suas composições gravadas por grandes intérpretes da nossa MPB, entre eles, Djavan, Joana, o tremendão Erasmo Carlos, Fábio Junior, Léo Jaime e inclusive o rei, Roberto Carlos, bom citei esses nomes para você ter uma idéia do quanto esse rapaz tem cacife.
Tenho acompanhado não com muita atenção os conflitos que envolvem a Líbia e outros países do oriente médio como o Barhein, onde seria realizada a primeira corrida de F1 esse ano e por conta da situação política, teve de ser cancelado.
Bem, vamos à música, depois eu concluo.
Voltando no tempo, década de 80, em 1987 o Grupo Dominó lançou seu terceiro álbum que continha entre outros sucessos, essa música que se chama "To P Da Vida" e é composição de Edgard Poças, abaixo a música e a letra da música.
Tô pê da vida / Tô vendo a gente tão pra baixo / Num baixo astral, num cambalacho / E muito pouco amor à vida
Tô pê da vida / E o mundo em volta da ferida / Em transes loucos, transas nossas / De mãos atadas vistas grossas / É muito pouco amor à vida
Tô pê da vida / Tão pondo fogo no planeta / E quem não tá vira careta / A fina flor do preconceito / De cor, de raça, de sujeito / *Isso tem jeito (*2X)
We are the world lá nas paradas / E gerações desperdiçadas / Em tantas lutas sem sentido / Fecha as cortinas do passado / Mundo grilado, dolorido / Que se conforma
Tô pê da vida / Doces jogadas ensaiadas / Nas mesas das nações unidas / Azucrinando nossas vidas / Jogo de dados combinados / Dados marcados
Tô pê da vida / Mas não me sinto derrotado / Não tem gatilho, nem cruzado / Que vai me por nocauteado / A esperança é uma música / Canta essa música, nossa música, é nossa música...
Tô pê da vida / Olhando a gente tão pra baixo / Num baixo astral, num cambalacho
E muito pouco amor à vida
Tô pê da vida / Mas isso quase não é nada / Tem que enfrentar essa parada / E tem que por a mão na terra / Eu tô na guerra pela vida / Só pela vida / *Viva a vida (*2X)
Se você não ouviu a música, mas pelo menos leu a letra, ja deve ter começado a entender minha intenção, da até para usar este post com dois objetivos, e o primeiro dele, diz respeito ao tipo de música que se ouvia na saudosa década de 80, o grupo Dominó era uma banda de garotos criada para atingir o público adolescente, principalmente as adolescentes, e os caras gravaram essa letra, com um conteúdo crítico e político, que faz pensar e que infelizmente não envelheceu, a letra desta música serve muito bem para os dias de hoje, o jogo de interesses pelo poder continua acontecendo, os Americanos, e acreditem eu não sou daqueles do tipo, "Antiamericano", mas eles estão vivendo um momento ruim e continuam se achando os donos do mundo, a poucos dias o Presidente Barack esteve em nosso país e planejava fazer um discurso em praça pública que seria retransmitido a nação, ou seja, as coisas não mudaram nada, o presidente dos Estados Unidos continua se achando o presidente do mundo, fiquei muito feliz em ler na revista Isto é em dezembro, em uma matéria que fazia um balanço geral sobre os dois mandatos do presidente Lula, um relato do Presidente Lula que dizia que já em 2003, pouco depois de assumir o mandato, numa reunião do G8, todos os chefes de estado se levantaram na chegada de George W Bush, e o Lula pegou no Braço do então Ministro das relações exteriores Celso Amorin e disse; - Vamos ficar sentados, ninguém se levantou quando eu entrei. É triste ver nos telejornais as notícias e perceber que os jogos de cartas marcadas, incluem também a ONU, que a briga política pelo poder e por mais poder continua sendo a razão de vida dos grandes líderes mundiais, Será que John Lennon, sonhou em vão, será que um dia seremos mesmo capazes de nos juntarmos a ele nesse sonho, em busca de realizar algo que seja realmente em busca da paz?

Um comentário:

Isabela Cavichioli disse...

espero q sim...