Categorias

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Silvia Mariáh

Ontem fui ao Teatro Calil Haddad, prestigiar uma pessoa muito linda que eu conheço, fui assistir a apresentação da 34ª Edição do espetáculo promovido pela professora Nielice Camargo, eu gostei muito de tudo, o Street Dance, é show, o "Tiuzinho" manja pra caramba, numa peça chamada "Só Para Crianças" o show a parte ficou por conta de uma menininha bem pequenininha que nem precisava se esforçar tanto para acertar as coreografias, só a presença dela ja era um presente pra nós que estávamos na platéia. O coreógrafo Sérgio Oliveira também manda muito bem, emfim, parabéns a Nielice e sua Equipe pelo excelente espetáculo que vi ontem. Agora vou tomar a liberdade de ser um pouco pessoal aqui, ou "passional" mesmo, pois como disse no início do texto, fui prestigiar uma pessoa muito linda que eu conheço, a Silvia é simplesmente linda e ontem enquanto assistia a apresentação que você pode assistir um trechinho abaixo (infelizmente a qualidade do vídeo não é muito boa) pude ouvir alguns comentários de meninas que diziam "...Olha o corpo da coreógrafa" e eu tentando filmar e assistir ao mesmo tempo, pensei, "olhem o rosto dessa menina" quanto sorriso, quanta simpatia, acredite, é assim mesmo, ela é linda, por dentro e por fora, definitivamente o sorriso mais contagiante que vi ontem naquele palco, parabéns lindona a você e suas meninas (alunas), um beijo desse seu fã aqui, estarei sempre torcendo por você e pelo seu sucesso.

Desculpem a baixa qualidade

Um comentário:

Sílvia Mariah disse...

Imagina que vou pedir para remover... alias quero agradecer o carinho, apoio principalmente nestas ultimas semanas de todas as amigas e amigos em especial vocês mais próximos (vcs sabem quem são), não somente daqui de Mgá mas tbm de São Paulo e Curitiba.

Deixo expresso meu orgulho a estas meninas, mulheres batalhadoras, que tem seus dias cheios de afazeres como qquer outra mulher, mas que superam a si mesma para se dedicar a arte. Tiram um tempinho para se amar e se doar a suas companheiras. Amo vocês todas e agradeço o privilégio de conhcê-las neste pouco tempo que estamos juntas.

É pessoal, todas evoluíram rapidamente, deixando o incentivo de que toda e qquer mulher independente da idade e do corpo pode sim se relacionar com a dança, então...

Quebremos paradigmas - bjos e mais uma vez muito bgda.

Sílvia Mariah