Categorias

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Nunca conclua que já aprendeu o suficiente, seria um erro...

E um erro muito grave, principalmente em se tratando deste assunto.
Considero que este pode ser o maior trunfo de um homem inteligente se ele souber como tirar proveito, no bom sentido, claro. Sempre digo que o melhor da vida é o aprendizado, chegaremos ao fim dela sem ter aprendido tudo, quando um homem tem consciência disso, ele se esforça todos os dias para dar o melhor de si neste aprendizado, e funciona. No dia em que eu percebi que já estava começando a compreender o idioma, foi também quando descobri que ela usava as entrelinhas, então achei que era só encontrar o que diziam as entrelinhas, e tudo estaria resolvido, logo percebi que nas entrelinhas o idioma era diferente, mais complexo, vinha muito la de dentro e que se eu quisesse permanecer por perto, teria que ser capaz de ouvir o silêncio e me calar, só então comecei a entender que diante de todo aquele aprendizado, eu seria sempre um menino e poderia ter prazer, mesmo quando tudo parecesse muito confuso, na minha insignificância diante de tamanha afetividade e facilidade para se expressar até mesmo ao fazer de conta que se esconde, e só quando eu aprendesse a ter prazer pelo simples privilégio de estar ali, ao lado de tão sublime ser, só então eu entenderia como aprender. E isso me proporcionaria uma vida inteira de eterno aprendiz.

Nenhum comentário: